Por Deborah Charles WASHINGTON (Reuters) - No final das contas, os bailes inaugurais foram bem mais leves para o novo presidente do Estados Unidos, Barack Obama, do que o juramento de posse.

Obama, que estava preocupado com seu talento como dançarino, evitou pisar nos pés da mulher, mas teve problemas com a cauda longa do vestido dela nos 10 bailes a que o casal compareceu.

Obama, vestido em um smoking com gravata branca, e a primeira-dama Michelle Obama, com um vestido branco do estilista Jason Wu, deixaram a cidade depois de um dia inteiro de cerimônias e bailes.

A posse teve alguns momentos atrapalhados, quando como Obama e o presidente da Suprema Corte, John Roberts, "atropelaram" um ao outro durante a fala do juramento de posse.

"Estávamos lá, tínhamos muita coisa na cabeça. Ele me ajudou com algumas falas ali", disse Obama à ABC News. "Mas, no geral, tudo correu bem e eu sou muito agradecido a ele".

Os bailes foram bem mais tranquilos, embora Obama tenha dito ao jornal USA Today que estava um pouco preocupado com a dança.

"A Michelle já riu da maneira como eu danço em público várias vezes, até fiquei magoado. Então acho que eu devia praticar para que ela não reclame caso eu pise no pé dela", disse.

Em um dos bailes, simpatizantes de Obama tentaram encorajar um momento romântico durante a primeira dança do casal. Em espanhol, gritaram: "beso, beso, beso". Mas Michelle sacudiu a cabeça, dizendo que não.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.