Washington, 18 set (EFE).- O presidente americano, Barack Obama, disse hoje que os Estados Unidos vão manter os programas de ajuda para Venezuela e Bolívia, apesar de ambas estarem numa lista de países considerados como grandes polos de produção e tráfico de drogas.

O Brasil também faz parte da lista, que inclui 20 países de Ásia, África, América Latina e Caribe.

Em um memorando dirigido à secretária de Estado americana, Hillary Clinton, para publicação no diário oficial, Obama reiterou um esclarecimento do Departamento de Estado da quarta-feira passada de que a lista não reflete os esforços dos Governos contra o tráfico de drogas ou seu nível de cooperação com os EUA.

O texto afirma, por outro lado, que Mianmar, Bolívia e Venezuela são países que não cumpriram "de maneira demonstrável" nos últimos 12 meses com suas obrigações internacionais de tomar medidas contra o tráfico de drogas.

No entanto, Obama afirmou que a ajuda às instituições democráticas da Venezuela e o apoio aos programas bilaterais na Bolívia será mantida por serem "vitais para os interesses nacionais dos EUA." EFE ojl/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.