"Assassinar civis inocentes nos arredores de um ponto de distribuição de comida é uma afronta", afirmou os presidente dos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, expressou neste sábado sua "enérgica condenação ao atroz ataque terrorista" efetuado na cidade paquistanesa de Khar, próxima à fronteira com o Afeganistão, que deixou 43 mortos e 64 feridos.

"Assassinar civis inocentes nos arredores de um ponto de distribuição de comida do programa de Alimentação Mundial é uma afronta ao povo do Paquistão e à toda a humanidade", disse Obama em comunicado emitido pela Casa Branca.

"Os EUA estão com o povo do Paquistão neste momento difícil, e apoiamos fortemente os esforços do país para assegurar maior paz, segurança e justiça para sua população", acrescentou o presidente americano, que se encontra passando o recesso de Natal junto à família no Havaí.

O atentado suicida aconteceu contra um posto das forças de segurança no cinturão tribal do Paquistão na fronteira com o Afeganistão, onde, apesar das operações militares, a insurgência continua conseguindo realizar grandes ataques.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.