Obama comemora 40 anos da chegada do homem à Lua

No dia 20 de julho de 1969, Neil Armstrong tornava-se o primeiro homem a pisar na Lua. Quarenta anos mais tarde, o presidente Barack Obama homenageou, nesta segunda-feira, aos herói da missão Apollo 11.

AFP |

O presidente recebeu na Casa Branca os três astronautas desta missão histórica, Neil Armstrong e Michael Collins, de 78 anos, e Buzz Aldrin, 79 anos. Segundo Obama, os astronautas são heróis do mundo inteiro e devem servir de referência para os próximos programas da Nasa.

"Poucas vezes sinto um prazer tão extraordinário como o de receber três ícones, três verdadeiros heróis americanos".

"Creio que podemos dizer que os homens da Apollo 11 representarão para sempre a excelência em matéria de exploração e de descobrimentos", destacou Obama.

"Fui criado no Havaí, como muitos de vocês sabem, e ainda me lembro de estar nos ombros do meu avô quando as cápsulas que os traziam de volta caíam no meio do Pacífico...".

"Me lembro de agitar bandeiras americanas e de que meu avô me disse que a missão Apollo era a prova de que os americanos eram capazes de tudo quando queriam".

"Neste 40º aniversário, todos nós agradecemos o que fizeram e esperamos que outra geração de crianças olhem para o céu e se tornem novos Armstrong, Collins e Aldrin", destacou Obama.

Foi no dia 20 de julho às 22H56 e 48 segundos (hora de Washington) que Neil Armstrong colocava o pé na Lua, pronunciando as palavar que ficaram célebres ante centenas de milhões de telespectadores: "Este é um pequeno passo para um homem, mas um grande salto para a humanidade".

A mensagem de Armstrong, com a voz levemente distorcida pela distância e pelos equipamentos de comunicação, ficaria gravada para sempre nos livros de história da Terra.

afp/sd/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG