Obama chega à Arábia Saudita para discutir Irã e petróleo

RIAD (Reuters) - O presidente dos EUA, Barack Obama, chegou nesta quarta-feira à Arábia Saudita para conversar com o rei Abdullah, na véspera de um aguardado discurso que fará no Cairo na esperança de melhorar a imagem do seu país no mundo islâmico. Obama e o rei devem conversar a respeito do conflito árabe-israelense, das aberturas diplomáticas dos EUA para o Irã e do preço do petróleo.

Reuters |

Após a chegada de Obama à Arábia Saudita, o líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, criticou as políticas do presidente dos EUA para os países muçulmanos em uma nova gravação, de acordo com a rede de televisão Al Jazeera.

Obama passará a noite na fazenda do rei saudita antes de embarcar para o Cairo, onde com seu discurso cumprirá a promessas de campanha de, ainda nos primeiros meses de mandato, ir a uma capital árabe para fazer um pronunciamento ao mundo islâmico.

Obama, que é filho de um muçulmano e passou parte da infância em um país islâmico, a Indonésia, tenta reparar os danos à imagem dos EUA provocados pelas políticas de seu antecessor, George W. Bush, especialmente devido às guerras no Iraque e Afeganistão e aos abusos contra presos na chamada "guerra ao terrorismo."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG