Washington, 14 jun (EFE).- A Casa Branca deu hoje um ferrenho apoio ao discurso do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que falou sobre a criação de um Estado palestino pela primeira vez desde que chegou ao poder, em março passado.

Netanyahu disse durante um discurso em Jerusalém que apoiará um futuro Estado palestino, mas desde que seja desmilitarizado.

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, expressou em comunicado que o presidente americano, Barack Obama, celebrou o discurso de Netanyahu e reiterou o compromisso dos EUA com a solução de dois Estados.

"O presidente está comprometido com dois Estados, um judeu de Israel e um palestino independente na terra histórica de ambos os povos", afirmou Gibbs.

O porta-voz oficial apontou que Obama acredita que essa solução "pode e deve assegurar tanto a segurança de Israel como a concretização das legítimas aspirações da Palestina a um Estado viável, e dá as boas-vindas ao apoio de Netanyahu a esse objetivo".

Gibbs indicou que Obama seguirá trabalhando com todas as partes interessadas - Israel, Autoridade Nacional Palestina (ANP), os estados árabes e os mediadores no conflito israelense-palestino.

O porta-voz lembrou que o objetivo do presidente americano ao colaborar com todas as partes interessadas é conseguir que a solução de dois Estados se torne realidade, assim como buscar a paz na região. EFE tb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.