Obama, Calderón e Harper pedem atuação urgente para frear mudança climática

Guadalajara (México), 10 ago (EFE).- Os líderes de Estados Unidos, México e Canadá reafirmaram hoje a urgência e necessidade de atuar contra a mudança climática durante o segundo dia de reuniões na cúpula que mantêm na cidade mexicana de Guadalajara.

EFE |

O presidente dos EUA, Barack Obama, o chefe de Estado do México, Felipe Calderón, e o primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper, disseram em comunicado conjunto que compartilham o compromisso de uma América do Norte com baixo nível de emissões de carbono.

Os três disseram apoiar o objetivo global de redução das emissões em 50% até 2050, na comparação com os níveis de 1990.

Obama, Calderón e Harper apontaram que as nações em desenvolvimento deverão reduzir suas emissões em pelo menos 80% até o ano 2050.

Os três líderes afirmaram a importância de "desenvolver e fortalecer" os instrumentos financeiros para respaldar a adaptação à mudança climática e deram suas boas-vindas ao Fundo Verde Mundial proposto pelo México para combater o problema.

Os três países anunciaram que desenvolverão sistemas "comparáveis" para medir, informar e verificar as reduções nas emissões.

EUA, México e Canadá planejam colaborar também no desenvolvimento de tecnologias que respeitem o meio ambiente e na construção de uma nova rede para conectar as novas fontes de energia com a atual rede de distribuição.

Além disso, impulsionarão, entre outras medidas, a redução das emissões do setor transporte e buscarão harmonizar os padrões sobre eficiência energética. EFE mp/fk/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG