O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta sexta-feira que o desenvolvimento de armas nucleares pelo Irã é inaceitável e que a República Islâmica deve suspender seu apoio às organizações terroristas.

Obama confirmou que recebeu uma carta do presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad, após sua vitória nas eleições americanas, na terça-feira passada.

"Sei que a carta chegou. Revisarei a carta do presidente Ahmadinejad e responderemos apropriadamente".

"Só se passaram três dias desde as eleições e, obviamente, o modo como vamos nos aproximar e negociar com um país como o Irã não é algo para se fazer sem reflexão. Devemos estudar isso detidamente".

Obama apelou a um "esforço internacional" para impedir que o Irã desenvolva uma arma nuclear.

"Vou repetir o que falei durante a campanha" eleitoral. "O desenvolvimento de uma arma nuclear pelo Irã é inaceitável. Devemos realizar um esforço internacional para evitar que isto ocorra".

Obama destacou que o "apoio do Irã às organizações terroristas é algo que precisa ser detido".

O presidente eleito destacou que ainda não assumiu a presidência dos Estados Unidos, o que não o fará até o dia 20 de janeiro de 2009.

"Devo lembrar que temos apenas um presidente por vez", disse Obama, em relação a George W. Bush. "Quero ser muito cuidadoso de estar enviando os sinais corretos a todo o mundo".

cl/LR/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.