Obama bate recorde de arrecadação em agosto com U$66 milhões

CHICAGO (Reuters) - O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, arrecadou o valor recorde de 66 milhões de dólares em agosto, disse um porta-voz da campanha neste domingo. As cifras mais recentes podem aumentar as expectativas de que Obama obtenha uma vantagem financeira sobre o candidato republicano John McCain nos dois meses finais da campanha de eleição.

Reuters |

Bill Burton, porta-voz de Obama, disse que a cifra de agosto foi reforçada por 500 mil novos doadores. O valor do último mês excedeu os U$55 milhões de fevereiro, que marcou um recorde para Obama e foi o valor mais alto já obtido por um candidato à Presidência durante uma primária.

Depois de superar de longe McCain em arrecadações particulares, alguns meses atrás Obama rejeitou o financiamento público para a etapa final da campanha.

McCain, que optou pelo financiamento público, tem acesso a U$84 milhões de um fundo governamental para eleições presidenciais para o período entre a convenção republicana (que aconteceu no início deste mês) e a eleição de 4 de novembro.

Em agosto, seu último mês de financiamento particular, McCain recebeu U$47 milhões, um recorde para sua campanha e uma cifra que foi reforçada pelo anúncio de sua companheira de chapa, a governadora Sarah Palin, do Alasca.

Apesar de sua arrecadação particular impressionante, Obama pode não ter uma vantagem tão grande no que diz respeito ao montante de dinheiro que terá à disposição para gastar em anúncios e esforços de incentivo ao voto.

McCain pode se beneficiar de contribuições aos cofres do comitê nacional republicano, que tem sido mais bem sucedido em levantar dinheiro do que o partido democrata.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG