Washington, 19 out (EFE).- O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, arrecadou mais de US$ 150 milhões em setembro para as eleições presidenciais americanas, um novo recorde, informou hoje seu comitê eleitoral.

A capacidade de arrecadar fundos foi crucial para Obama resistir à campanha de seu adversário republicano, John McCain, o que permitiu ao democrata ter vários anúncios no rádio e na televisão.

A campanha do senador por Illinois comprou um espaço de 30 minutos no horário nobre da televisão em 29 de outubro, seis dias antes das eleições, para pedir pela última vez o voto dos americanos.

Em setembro, Obama conseguiu 632 mil novos doadores, e agora conta com 3,1 milhões de pessoas que o apóiam financeiramente.

Com a quantidade de fundos obrta em setembro, Obama mais que dobrou os US$ 66 milhões arrecadados em agosto, que eram o recorde anterior.

Ao contrário de McCain, o candidato democrata optou por não aceitar dinheiro público para sua campanha, o que permitiu ao democrata arrecadar milhões de partidários individuais.

Obama, que participará de um ato de campanha na Carolina do Norte, onde McCain esteve ontem, bateu todos os recordes de arrecadação de fundos, em parte devido à sua presença na internet.

EFE cae/wr/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.