Obama avaliará situação no Afeganistão antes de decidir sobre tropas

Washington, 27 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, discutirá esta semana com seus assessores militares e de política externa a situação no Afeganistão, antes de tomar uma decisão sobre o envio de mais tropas, disse seu assessor de Segurança Nacional, em entrevista publicada hoje.

EFE |

"Na terça-feira, começarão cinco reuniões de intensa discussão sobre o Afeganistão com o Conselho de Segurança Nacional, assim como com os comandantes militares no terreno e os embaixadores na região", disse o general (reformado) James L. Jones ao jornal "The Washington Post".

O chefe militar americano no Afeganistão, general Stanley McChrystal, em entrevista que será divulgada hoje pela rede "CBS" de televisão, disse que "a situação é um pouco pior em algumas áreas".

"O alcance da violência, a extensão geográfica da violência é um pouco mais do que o que esperava", acrescentou o oficial, que pediu a Washington o envio de mais tropas. Os Estados Unidos têm atualmente cerca de 68 mil soldados no Afeganistão.

Apesar do pedido urgente de um contingente maior feito por McChrystal, Obama "não fixou um prazo para determinar uma nova estratégia ou para comprometer mais tropas na guerra do Afeganistão", afirmou o jornal.

O diário, que atribuiu suas informações a fontes não identificadas, indicou que o general McChrystal pedirá entre 10 mil e 40 mil soldados adicionais. EFE jab/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG