Nova York, 4 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, autorizará esta semana o envio de entre 20 mil e 30 mil soldados a mais ao Afeganistão, informa hoje o diário The Wall Street Journal.

Segundo as fontes do Pentágono citadas pelo jornal nova-iorquino, espera-se que estes reforços estejam todos mobilizados até meados do ano. Com isso, o contingente americano, que atualmente conta com cerca de 36 mil efetivos, chegará a ficar com entre 56 mil e 66 mil.

O posicionamento se concentrará na conflituosa fronteira com o Paquistão, no leste do país e nas áreas de cultivo de ópio, como a bacia do rio Helmand, no sul.

O comandante das forças americanas no sul do Afeganistão, o general-de-brigada John Nicholson, disse ao jornal que colocarão "as tropas para proteger a população, vamos até onde está o povo".

O comandante no leste do Afeganistão, o major-general Jeffrey Schloesser, disse que têm intenção de "reforçar as linhas em Kunar", província fronteiriça com o Paquistão, onde "poderemos chegar até alguns povos aos quais ainda não chegamos". EFE wm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.