Obama aumenta esforços para impulsionar paz no O.Médio

Washington, 21 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez convites a líderes de Israel, Autoridade Nacional Palestina e Egito para que visitem Washington, em um novo esforço para impulsionar a paz no Oriente Médio.

EFE |

O anúncio foi feito hoje pelo porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, após uma reunião que Obama teve na Casa Branca com o rei Abdullah II da Jordânia.

Gibbs disse que até agora não foi fixada uma data para essas reuniões de Obama com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu; o presidente da ANP, Mahmoud Abbas, e o chefe de Estado do Egito, Hosni Mubarak.

No entanto, fontes diplomáticas disseram que essas reuniões poderiam ocorrer em maio.

"Com cada um deles o presidente analisará as formas para que os EUA fortaleçam e aprofundem sua aliança com eles, assim como as medidas que podem ser tomadas por todas as partes para ajudar a conseguir a paz entre israelenses e palestinos e entre Israel e os Estados árabes", afirmou Gibbs.

O porta-voz da Casa Branca afirmou que os convites constituem uma afirmação do propósito de Obama de promover uma paz permanente no Oriente Médio com uma solução que inclua a existência de dois Estados.

O presidente dos EUA reafirmou essa decisão pouco após assumir a Presidência em janeiro passado com a designação de George Mitchell como enviado especial para o Oriente Médio.

Gibbs informou ainda que a iniciativa de Obama não constitui uma exclusão das gestões de paz para a região feitas por EUA, União Europeia, Rússia e Nações Unidas.

"O presidente participa ativamente, mas compreende que isso não é algo que um só país poderá concretizar. A política externa do presidente é conseguir a participação de todos", afirmou Gibbs. EFE ojl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG