Por John Whitesides DENVER (Reuters) - O democrata Barack Obama intensificou no domingo suas críticas ao rival John McCain, alertando a mais de 100 mil simpatizantes num comício no Colorado que a vitória do republicano significaria mais quatro anos das políticas do governo Bush.

Obama passou o fim de semana em Estados estratégicos do oeste dos EUA -- Nevada, Novo México e Colorado. O comício em Denver, segundo a polícia local, atraiu 100 mil pessoas, maior aglomeração numa campanha que também bate recordes de arrecadação.

"Não vamos permitir que George Bush passe a tocha para John McCain", disse Obama à multidão, que se espalhava por um parque no centro da cidade, até as escadarias da Assembléia do Colorado.

"Ainda hoje de manhã o senador McCain disse que ele e o presidente Bush 'compartilham uma filosofia comum'. Acho que até que enfim John McCain nos dá um pouco de conversa franca."

Obama repetiu tal crítica mais tarde diante de 50 mil simpatizantes no campus da Universidade Estadual do Colorado, em Fort Collins.

Ele disse que a "filosofia Bush-McCain" beneficia os ricos, e prometeu riqueza para todos. Lembrou ainda que na semana passada Bush votou em McCain.

"Bem, Colorado, George Bush não é o único que sai cedo para votar -- vocês também podem votar antes. E podem finalmente acabar com a filosofia Bush-McCain."

Tucker Bonds, porta-voz de McCain, reagiu lembrando que o republicano, ao contrário de Obama, se opôs a Bush em temas como gastos públicos, incentivos ao setor do petróleo e aumento do governo federal em 40 por cento.

A oito dias da eleição, Obama lidera as pesquisas nacionais e tem grandes chances de conquistar o Colorado, onde Bush venceu em 2004.

Obama vem intensificando sua campanha em Estados onde há eleição antecipada, tentando levar eleitores estreantes ou inconstantes para as urnas.

As pesquisas indicam que Obama tem ampla vantagem no Colorado, Estado onde aconteceu a convenção democrata e onde o senador fez seu primeiro discurso como candidato oficial do partido, diante de 75 mil pessoas. "Vocês nunca reúnem pouca gente em Denver?", brincou ele ao subir no palanque para o comício de domingo.

O crescimento populacional do Estado, especialmente dos hispânicos, faz com que nos últimos anos o Colorado venha se tornando democrata. Em 2004, Bush venceu ali por 5 pontos percentuais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.