Obama arrecadou US$ 745 milhões durante a campanha e sobraram US$ 30 milhões

Washington, 5 dez (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, arrecadou mais de US$ 745 milhões durante a campanha do último ano e, após a vitória, ficaram nos cofres US$ 30 milhões, segundo os relatórios financeiros divulgados hoje.

EFE |

Esse número sem precedentes de contribuições para o candidato democrata superou os fundos combinados do republicano George W. Bush e do democrata John Kerry em sua disputa de 2004, e foi duas vezes maior que a do candidato republicano este ano, John McCain.

Na campanha presidencial de 2004, incluindo os fundos do Governo para os candidatos, Bush e Kerry juntos contabilizaram US$ 653 milhões.

A declaração financeira final da campanha, que cobre as cinco semanas até a eleição de 4 de novembro, mostra que, nesse período, Obama arrecadou US$ 104 milhões.

Durante a campanha, Obama e seus colaboradores reiteraram que a maior parte das contribuições vinha de indivíduos que doavam menos de US$ 200 cada, em vez do financiamento convencional de doadores ricos e banquetes de coleta de dinheiro.

Segundo a campanha de Obama, a maior parte do dinheiro veio de cerca de 4 milhões de doadores que fizeram contribuições individuais e relativamente modestas.

Os números mostram que os doadores que ofereceram menos de US$ 200 cada representam aproximadamente 26% das contribuições, que, segundo o Instituto de Financiamento de Campanhas, um grupo não partidário, foi o mesmo obtido por Bush em 2004.

Quase a metade dos recursos de Obama veio dos doadores mais ricos, que contribuíram com mais de US$ 1.000 cada um. EFE jab/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG