Estrasburgo (França), 4 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, apresentará hoje à Cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) sua estratégia para o Afeganistão, dentro da qual pedirá aos aliados contribuições maiores.

O presidente americano começou o dia com uma cerimônia em que os líderes presentes na reunião cruzaram a ponte que liga as duas sedes da cúpula, Estrasburgo, na França, e Kehl, na Alemanha.

Os líderes chegaram à margem de Kehl onde foram saudados pela chanceler alemã, Angela Merkel, antes de atravessar a ponte, onde foram recebidos pelo outro anfitrião da cúpula, o presidente francês, Nicolas Sarkozy.

Durante a sessão que será realizada esta manhã, os líderes analisarão as medidas que os EUA pretendem tomar no Afeganistão.

Washington quer solicitar aos aliados maiores contribuições de dinheiro e pessoal para ajudar a formar as forças de segurança afegãs e, assim, permitir o desenvolvimento normal das eleições previstas nesse país para 20 de agosto.

A secretária de Estado Hillary Clinton e o conselheiro de Segurança Nacional James Jones se mostraram otimistas de que conseguiram mais ajudas européias.

Após o encerramento da reunião, Obama participará de uma coletiva de imprensa em que exporá sua opinião sobre as conclusões da cúpula.

Imediatamente depois, o presidente irá a Praga, próxima etapa de sua primeira viagem à Europa na chefia de Estado, onde pronunciará um discurso sobre a luta contra a proliferação nuclear e participará de uma cúpula com a União Europeia. EFE mv/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.