O candidato democrata à presidência americana, Barack Obama, afirmou que não sabia que ele tinha uma tia queniana vivendo ilegalmente nos Estados Unidos. A agência de notícias Associated Press diz que Zeituni Onyango, de 56 anos, teve um pedido de asilo rejeitado há quatro anos e recebeu uma ordem para deixar o país.

A campanha de Barack Obama divulgou uma declaração dizendo que "o senador Obama não tem conhecimento da situação dela, mas obviamente acredita que toda e qualquer lei apropriada deve ser seguida".

De acordo com a AP, Onyango é meia-irmã do pai de Obama, que é falecido, e estaria vivendo em uma casa de propriedade do governo em Boston.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.