Obama anuncia Peter Orszag como diretor de Orçamento

WASHINGTON - O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta terça-feira que o economista Peter Orszag será o diretor de Orçamento de sua administração. Atualmente, Orszag é o diretor Escritório de Orçamento do Congresso (CBO, sigla em inglês).

Redação com agências internacionais |

Se for confirmado pelo Senado, Orszag irá decidir quais agências federais receberão os recursos do Orçamento norte-americano. Orszag, de 39 anos, é doutor em economia pela London School of Economics.

Ao confirmar a escolha de Orszag, Obama destacou a necessidade de eliminar gastos excessivos do governo.

"Nesses tempos de desafios, num momento em que enfrentamos déficits em alta e uma economia em declínio, a reforma do Orçamento não é uma opção, mas um imperativo", declarou. "Vamos ter que examinar nosso orçamento federal página por página, linha por linha, e cortar as despesas desnecessárias", avisou Obama.

Em entrevista coletiva em Chicago, sua segunda em dois dias consecutivos, Obama afirmou que procura um governo que tenha "bom senso" e seja "inteligente" para fazer frente aos problemas econômicos desde o primeiro momento.

A missão do departamento do Orçamento da Casa Branca é ajudar o presidente na gestão do orçamento dos Estados Unidos e supervisionar sua administração nas agências governamentais ligadas ao Poder Executivo. Portanto, Orszag terá que avaliar as despesas do futuro governo e sugerir, se for necessário, eventuais cortes orçamentários.


Obama anuncia Peter Orszag, ao fundo, como diretor de Orçamento / AP

Equipe econômica

Timothy Geithner, de 47 anos, será o secretário do Tesouro de Barack Obama, tendo como prioridade supervisionar o ambicioso plano de resgate da economia americana. "Ele vai trazer uma visão única sobre a falha dos mercados e trará as ações necessárias para consertá-lo", afirmou o democrata.

Geithner, um defensor do livre mercado e do equilíbrio orçamentário, substituirá Henry Paulson, o atual secretário do Tesouro e ex-presidente do banco americano Goldman Sachs.

O ex-Secretário do Tesouro no governo de Bill Clinton Lawrence Summers foi confirmado como diretor do Conselho Econômico Nacional.

Lawrence Summers foi secretário do Tesouro no governo de Bill Clinton, período em que foi muito elogiado por Wall Street, e reitor da Universidade de Harvard, onde se envolveu em diversas polêmicas.

Obama escolheu Christina Romer, professora da Universidade da Califórnia, Berkeley, como chefe do Conselho de Assessores Econômicos da Casa Branca.

O Conselho de Assessores Econômicos da Casa Branca (CEA, na sigla em inglês) é composto por três membros e faz recomendações sobre as opções de política econômica do presidente. Ao lado do diretor do Conselho Econômico Nacional, o chefe do CEA desempenha papel fundamental na elaboração das políticas de um presidente.

Leia mais sobre  Obama

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG