Washington, 29 mai (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou hoje a nomeação de um responsável para a segurança cibernética e afirmou que a proteção informática deve ser uma prioridade nacional.

Obama apresentou hoje, na Casa Branca, as conclusões de uma avaliação sobre a segurança cibernética, que servirá de base para a luta do Governo contra os crimes de informática e o roubo de informação confidencial.

Segundo o presidente, o "ciberespaço é um mundo do qual dependemos a cada dia", um espaço "real, como são os riscos que o acompanham".

Entre as medidas que a Casa Branca adotará para melhorar a segurança cibernética, o presidente anunciou um aumento da cooperação com os aliados, assim como uma campanha nacional para conscientizar sobre os riscos.

Também indicou que será nomeado um responsável para a luta contra crimes informáticos, cuja identidade deve ser anunciada na próxima semana. Esse responsável se integrará no Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca.

O presidente disse que será aumentada a proteção das redes de informática, mas ressaltou que sempre haverá "neutralidade" e privacidade, e em nenhum caso terá supervisão das redes privadas ou do tráfego na internet.

Obama ordenou em fevereiro passado a revisão das medidas de segurança informática no Governo, para proteger dados como as declarações de impostos, as solicitações de passaporte ou relatórios altamente sigilosos.

Embora o relatório tenha sido completado no mês passado, só foi divulgado agora. EFE mv/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.