Obama anuncia medidas para criar mais empregos nos EUA

Os Estados Unidos pretendem revigorar sua economia com incentivos a pequenas empresas e diminuindo o desemprego, segundo o plano divulgado nesta terça-feira pelo presidente americano, Barack Obama. Existem os que dizem que devemos escolher entre pagar nossas dívidas ou investir na criação de empregos e crescimento econômico.

BBC Brasil |

Mas esta é uma escolha falsa", disse ele.

Entre as propostas está o uso do dinheiro restante do Programa de Alívio para Ativos Problemáticos (Tarp, na sigla em inglês), fundo de US$ 700 bilhões criado no final da administração de George W. Bush, para empréstimos a pequenos negócios.

Obama afirmou que, nos últimos anos, as pequenas empresas foram responsáveis pela criação de 65% dos novos postos de trabalho. O desemprego nos EUA é de 10% atualmente.

Impostos
O presidente americano também propôs um ano de isenção tributária sobre novos investimentos e mais cortes de impostos para estimular a contratação de funcionários por pequenas empresas no ano que vem.

"Evitamos a depressão que muitos temiam", disse Obama, que ressaltou que "o trabalho está longe de estar terminado".

Obama afirmou que a melhor forma de combater o déficit interno americano de US$ 1,3 trilhão seria criando empregos.

Ele reiteirou seu compromisso de cortar o déficit pela metade ao final de seu mandato.

O presidente americano disse ainda que destinará mais dinheiro para projetos de infraestrutura e isenções para consumidores que tornarem suas residências mais econômicas energeticamente.

Mas Obama não deu detalhes sobre os custos das medidas propostas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG