Obama anuncia equipe de Segurança Nacional com Hillary Clinton na cabeça

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, designou a ex-rival nas disputas pela indicação da candidatura à presidência pelo Partido Democrata, Hillary Clinton, à cabeça da diplomacia de seu futuro governo, ao anunciar sua equipe de segurança nacional.

AFP |

Hillary, de 61 anos, será a Secretária de Estado do novo governo que assume no dia 20 de janeiro.

Junto dela, Obama escolheu a governadora do Arizona, Janet Napolitano, como nova secretária de Segurança, e Eric Holder como secretário de Justiça; o ex-comandante da Otan, James Jones, será o assessor de Segurança Nacional. O presidente eleito manteve Robert Gates no cargo de secretário da Defesa.

"Hillary Clinton tem uma inteligência extraordinária, acompanhada de uma ética notável. Estou orgulhoso de que ela seja nossa próxima secretária de Estado", disse Obama durante entrevista à imprensa em Chicago.

"É uma americana de tremenda força que terá toda minha confiança, que conhece muitos líderes mundiais, que será respeitada em todas as capitais e que, sem dúvida, terá a capacidade de fazer avançar nossos interesses no mundo", acrescentou.

A nova secretária de Segurança, Janet Napolitano, de 51 anos, é especialista em questões de imigração ilegal, fruto de sua experiência na chefia do estado do Arizona, na fronteira com o México, o qual governa há seis anos.

James Jones, 64 anos, será o novo assessor de Segurança Nacional graças à experiência como comandante das forças da Otan na Europa, assim como por ter sido emissário especial para a segurança no Oriente Médio, um posto que exerceu a pedido da atual secretária de Estado Condoleezza Rice.

A nomeação de Robert Gates, por sua vez, não precisará ser confirmada pelo Senado.

O ex-diretor da CIA, de 65 anos, substituiu no final de 2006 o controvertido Donald Rumsfeld para elaborar a estratégia de enviar 30.000 soldados de reforço ao Iraque no começo de 2007, decidida pelo presidente George W. Bush.

Holder, futuro ministro da Justiça, de 57 anos, será o primeiro negro a ocupar essa função. Estudou na Universidade de Columbia e adquiriu sólida reputação na luta contra a corrupção, como procurador. Substituirá Michael Mukasey, de 67 anos.

bur/rpl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG