Obama ameaça aumentar pressão internacional sobre Irã

Segundo Obama, sanções dos EUA atingem "o coração" das ambições do Irã

iG São Paulo |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ameaçou nesta quinta-feira o Irã com o aumento da pressão internacional e o isolamento, antes de firmar um pacote de novas sanções que afetará a capacidade de Teerã de financiar seu programa nuclear.

© AP
Obama assina lei que reforça sanções contra o Irã

As medidas, que se somam às sanções anunciadas pelo Conselho de Segurança da ONU e pela União Europeia, visam impedir o acesso do Irã a derivados do petróleo, como gasolina e querosene de aviação, e bloquear o acesso de Teerã ao sistema bancário internacional.

"Com estas sanções, junto a outras, estamos atingindo o coração da capacidade do governo iraniano para financiar e desenvolver seus programas nucleares", afirmou Obama durante a cerimônia de assinatura do pacote.

"Estamos mostrando ao governo que estas ações têm consequências, e se persistirem, a pressão continuará aumentando e o isolamento será cada vez maior", destacou Obama.

"Não devem ter qualquer dúvida de que os Estados Unidos e a comunidade internacional estão determinados a impedir que o Irã obtenha armas nucleares".

Obama transformou em lei ainda nesta quinta-feira sanções mais duras que visam limitar as importações de combustível pelo Irã e penalizar bancos estrangeiros se realizarem negócios no país.

* Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: Irãprograma nuclearONUConselho de Segurança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG