Obama afirma que já decidiu quem vai ser seu vice-presidente

Washington, 21 ago (EFE).- O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, afirmou hoje que já escolheu seu vice-presidente, mas decidiu manter o suspense e não revelou quem vai ser seu número dois.

EFE |

"Já decidi, isso é tudo o que vocês vão ouvir de mim", disse o senador aos jornalistas na Virgínia.

"Não vou dizer até que nosso companheiro de candidatura seja apresentado ao mundo", acrescentou Obama, recusando falar se já comunicou sua decisão ao afortunado e também não revelando quando o anunciará oficialmente.

No entanto, tudo aponta para que Obama revele na sexta-feira o nome de seu vice-presidente e no sábado o apresente no comício organizado por sua campanha em Springfield (Illinois).

O anúncio será feito através de mensagens curtas de texto, um sistema que causou certa confusão entre os jornalistas porque já foram detectados avisos falsos que pretendiam passar pelos da campanha do senador democrata.

Está previsto que Obama apresente seu vice-presidente no Old State Capitol em Springfield, onde lançou oficialmente sua candidatura presidencial em fevereiro de 2007.

Os nomes dos aspirantes ventilados para a vice-presidência também não falam em público do processo de seleção.

Obama passou hoje parte do dia com o governador da Virgínia, Tim Kaine, um dos nomes fortes para ocupar essa cobiçada posição.

Além de Kaine, lideram as apostas os senadores Joe Biden (Delaware), Evan Bayh (Indiana) e Kathleen Sebelius (Kansas), Hillary Clinton (Nova York) e Chris Dodd (Connecticut).

Outros possíveis candidatos são o governador do Novo México, Bill Richardson, o ex-presidente do Comitê de Serviços Armados do Senado Sam Nunn e o ex-líder da maioria democrata no Senado Tom Daschle.

É possível que Obama tenha tomado uma decisão surpresa, mas pelo menos um dos nomes ventilados aparentemente já ficou fora de jogo.

O porta-voz de Nunn explicou que o ex-presidente do Comitê de Serviços Armados do Senado estará de viagem no estrangeiro até segunda-feira, o que reduz a possibilidade de aparecer no sábado no comício de Springfield.

Várias pesquisas desta semana mostram um empate estatístico entre Obama e seu rival republicano, John McCain, e indicam que o senador por Illinois ainda tem que se entender com os seguidores de Hillary Clinton.

As pesquisas reabriram o debate sobre a possibilidade de Obama se inclinar finalmente, e de surpresa, por Clinton.

A senadora e ex-primeira-dama tem, no entanto, outros planos para o fim de semana, pelo menos por enquanto.

Sexta-feira ela vai participar de um ato em Nova York e no sábado fará um discurso em Fresno (Califórnia) em uma convenção. EFE cae/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG