intenções pacíficas em questão nuclear - Mundo - iG" /

Obama afirma que Irã deve provar intenções pacíficas em questão nuclear

O Irã deverá provar as intenções pacíficas de seu programa nuclear ou esse país enfrentará crescentes pressões e um isolamento internacional maior, afirmou neste sábado o presidente norte-americano Barack Obama.

AFP |

A advertência, feita por Obama em seu programa semanal de rádio, ocorre um dia depois que o presidente dos Estados Unidos, o seu colega francês Nicolas Sarkozy e o primeiro-ministro britânico Gordon Brown anunciaram que Teerã admitiu no organismo de monitoramento nuclear da ONU que havia construído uma segunda usina de enriquecimento de urânio.

A instalação nuclear secreta desenvolvida pelo Irã "é um sério desafio ao regime global de não-proliferação e segue o preocupante modelo de evasão iraniano" às inspeções internacionais, disse Obama.

"É por isso que as negociações internacionais com o Irã, agendadas para 1º de outubro, têm agora uma nova urgência", ressaltou Obama, referindo-se à próxima reunião entre representantes das potências mundiais e os negociadores iranianos em Genebra.

Obama disse também que sua oferta de realizar negociações com a República Islâmica do Irã sobre seu polêmico programa nuclear permanece aberta.

"Minha oferta de manter um sério e significativo diálogo para resolver este tema permanece aberta. Mas o Irã deve mostrar agora uma completa cooperação com a Agência Internacional de Energia Atômica, e adotar ações que provem suas intenções pacíficas", acrescentou o presidente norte-americano.

Com relação a este assunto, "a comunidade internacional está mais unida que nunca", afirmou Obama.

Os líderes iranianos "agora podem escolher: podem cumprir suas obrigações e conseguir a integração com a comunidade de nações, ou enfrentarão o aumento da pressão e o isolamento, negando possibilidades a seu próprio povo", concluiu.

ch/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG