O presidente Barack Obama declarou nesta quarta-feira que a divulgação das novas fotos mostrando os abusos que teriam sido praticados por soldados americanos em prisioneiros não acrescentaria em nada e, pelo contrário, poderiam atiçar os sentimentos antiamericanos.

Durante um pronunciamento à imprensa, Obama explicou sua mudança de postura, ou a de seu governo, sobre esta questão e sua posição oposta a uma decisão da justiça obrigando o Pentágono a divulgar estas fotos.

Ele se disse "preocupado" com a segurança dos soldados.

"Acredito que a divulgação destas fotos não acrescentaria em nada em nossa compreensão do que um pequeno número de indivíduos fez no passado", disse.

"Acredito que, de fato, a consequência mais direta que sua divulgação poderia ter seria a de atiçar ainda mais os sentimentos antiamericanos e de expor nossos soldados a um perigo maior", disse.

lal/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.