Obama afirma que fixará cronograma para Bagdá

O pré-candidato democrata à Casa Branca Barack Obama afirmou neste domingo que se for eleito irá estabelecer um cronograma para que o governo iraquiano avance no terreno político para que os Estados Unidos possam encerrar seu envolvimento no país.

AFP |

Perguntado em uma entrevista na rede de TV Fox News como administraria a missão americana no Iraque caso chegasse à presidência, deixou em aberto a possibilidade de continuar trabalhando com os atuais condutores da guerra, incluindo o general David Petraeus, que na semana passada foi designado para dirigir as forças americanas no Oriente Médio.

"Escutarei o general Petraeus, devido à experiência que ele acumulou nos últimos anos. Seria estúpido de minha parte ignorar o que ele tem a dizer", disse Obama.

Obama reiterou sua opinião de que as guerras do Iraque e do Afeganistão exigiram demais do exército americano.

"Temos uma grande quantidade de tarefas e estou preocupado pelo fato dos militares não terem agora as mesmas reservas estratégicas", acrescentou. "Se tivermos uma emergência na península coreana ou em outra parte do mundo, não teremos tropas para lhes fazer frente", advertiu.

dab/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG