Obama afirma que deseja ser um sócio efetivo da América Central

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se reuniu neste domingo em Port of Spain com os colegas da América Central à margem da V Cúpula das Américas e afirmou que deseja ser um sócio efetivo desta região, depois anos de relação crítica.

AFP |

Obama afirmou aos líderes do Sistema de Integração Centro-Americana (SICA) que está buscando "ouvir mais ideias sobre como os Estados Unidos podem ser um sócio efectivo".

Segundo o presidente dos Estados Unidos, a América Central foi um "sócio crítico" com o qual os Estados Unidos compartilha uma "longa história de relações".

Durante o encontro, os países apresentaram questões a Obama como a imigração ou o narcotráfico. O presidente americano conversou inclusive por vários minutos com o chefe de Estado da Nicarágua, Daniel Ortega, um de seus mais ferrenhos detratores no subcontinente.

bl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG