Obama afasta conselheiro encarregado de ajudar a encontrar um vice

O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos Barack Obama anunciou nesta quarta-feira o afastamento de Jim Johnson, conselheiro encarregado de ajudar na escolha de um candidato à vice-presidência. Johnson é acusado de ter obtido um empréstimo imobiliário com condições privilegiadas.

AFP |

"Jim não queria de forma alguma desviar a atenção da importante tarefa de reunir informações sobre meu candidato à vice-presidência, por isso tomou a decisão de se retirar, e eu a aceitei", anunciou Obama em um comunicado.

Johnson é ex-diretor da gigante do crédito imobiliário Fannie Mae. Há vários dias é acusado de ter conseguido condições privilegiadas de seu antigo empregador.

Nesta quarta-feira o Washington Post foi mais longe, afirmando que Johnson havia sido beneficiado particularmente pela manipulação das contas da empresa em 1998, o que permitiu a ele embolsar um prêmio de 1,9 milhão de dólares.

Johnson fazia parte de um trio encarregado de ajudar Obama a eleger seu companheiro de chapa para as eleições presidenciais, ao lado Caroline Kennedy e de um ex-alto funcionário do Departamento de Justiça durante a Presidência de Bill Clinton, Eric Holder.

Johnson tinha experiência nessa tarefa para candidatos democratas. Participou das escolhas de Geraldine Ferraro para vice de Walter Mondale em 1984, e de John Edwards para John Kerry em 2004.

chr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG