Obama admite que cometeu erros ao conduzir polêmica sobre Daschle

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, admitiu hoje que cometeu erros no modo como conduziu a polêmica sobre os impostos sonegados por seu candidato à Secretaria de Saúde, Tom Daschle, que hoje desistiu do cargo.

EFE |

Obama concedeu uma série de entrevistas a várias emissoras de TV, algumas das quais já tiveram trechos liberados.

À "NBC", Obama disse que "é importante deixar claro a mensagem de que não há dois tipos de regras, um para as pessoas comuns e outro para as personalidades".

"Sinto-me frustrado comigo mesmo e com minha equipe", disse à mesma rede de TV, após admitir sua parte de responsabilidade no escândalo.

No entanto, o presidente frisou que o importante é "fazer as coisas voltarem a andar" e reformar o setor de saúde.

Em outra entrevista, desta vez à "Fox News", Obama reconheceu: "Meti os pés pelas mãos. Cometi um erro, e provavelmente não será o último que vá cometer durante meu mandato".

Nesta terça-feira, dois indicados pelo presidente para importantes cargos no Governo - Daschle e Nancy Killefer - abriram mão de suas nomeações por problemas com impostos.

Sobre Daschle, Obama declarou à "Fox" que ele cometeu um erro "sem intenção, mas um erro grande".

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG