O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, admitiu nesta terça-feira que o atentado frustrado contra um voo comercial entre Amsterdam e Detroit, no Natal, demonstrou falhas sistemáticas no departamento de Segurança Interna e Inteligência.

"Ocorreram falhas sistemáticas que considero totalmente inaceitáveis", disse Obama do Havaí, onde passa as férias de final de ano.

"Houve uma combinação de falha humana e sistemática que contribuiu para esta potencial ameaça à segurança" dos Estados Unidos, destacou Obama sobre o ataque frustrado de um jovem nigeriano, que tentou detonar explosivos em pleno voo para derrubar um avião comercial americano.

col/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.