Obama, à caminho de Washington, alerta para desafios

Por Caren Bohan FILADÉLFIA (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, alertou neste sábado que a América enfrenta um momento de grande desafio.

Reuters |

A declaração foi feita enquanto ele lançava suas festividades pré-inauguratórias com uma viagem especial de trem a Washington, onde em três dias ele se tornará o presidente dos EUA.

Obama, um democrata que tomará posse na terça-feira durante a maior desaceleração econômica em gerações, prometeu pés no chão com planos para gastar centenas de bilhões de dólares para evitar que ocorra um aprofundamento da recessão no país.

Ele disse, entretanto, que levará tempo e sacrifício para colocar a economia nos eixos, jogando uma nebulosa sombra sobre as celebrações que marcam sua vitória.

"Juntos, sabemos que este é um momento de grande desafio para o povo americano. Estamos passando por dias difíceis e dias mais difíceis estão à frente", afirmou Obama em discurso semanal em rádio neste sábado.

"Nossa nação está em guerra. Nossa economia enfrenta forte turbulência e há muito trabalho a ser feito para restaurar a paz e o avanço da prosperidade."

O presidente que deixará o governo, George W. Bush, republicano que sai da Casa Branca com um dos índices mais baixos de popularidade da história, usou uma série de discursos de despedida para defender seus oito anos de governo, incluindo sua resposta aos ataques de 11 de setembro de 2001 e sua decisão de declarar guerra ao Iraque.

"Tenho seguido minha consciência e feito o que considerei correto", afirmou Bush em seu discurso final em rádio neste sábado.

"Você pode não concordar com algumas decisões difíceis que tomei, mas eu espero que você concorde que eu desejava tomar as melhores decisões", complementou o atual presidente americano.

Obama e sua família embarcaram em um trem especial na Filadélfia, um dos berços da democracia nos Estados Unidos. A lenta viagem os levará por Delaware, onde se encontrarão com o vice-presidente eleito, Joe Biden, e então para Baltimore, antes da chegada na noite de sábado na capital.

"Estamos aqui para marcar o início de nossa jornada a Washington", disse Obama a uma entusiasmada multidão na estação de trem da Filadélfia. "Foi aqui nesta cidade que nossa jornada americana teve início."

Janice Winston, 56, disse estar eufórica com Obama se tornando o primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos.

"Estou finalmente sentindo, porque estou começando a chorar, que isso está realmente acontecendo", afirmou Winston, que é negra, na estação. "Hoje é um novo dia."

A jornada de 220 quilômetros -- que será marcada por diversas paradas para discursos e passagens lentas para que as pessoas possam acenar para a família Obama -- é o início oficial para um fim de semana de festas, concertos e shows para celebrar a inauguração.

Obama ganhou um grande reforço esta semana quando os democratas no Parlamento anunciaram um orçamento de estímulo econômico no valor de 825 bilhões de dólares, o que atende às medidas que o presidente eleito havia solicitado.

Ainda na quinta-feira, o Senado votou para dar a Obama autoridade para gastar os 350 bilhões de dólares remanescentes de um fundo industrial financeiro de 700 bilhões de dólares criado em outubro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG