O presidente Barack Obama admitiu neste domingo que meio século de políticas americanas para Cuba não funcionaram, mas afirmou que não acontecerão mudanças rápidas.

"Estas políticas de Washington para Cuba não funcionaram como nós desejávamos, já que o povo cubano não é livre", reconheceu Obama, em uma entrevista coletiva ao fim da V Cúpula das Américas.

No entanto, ele ressaltou que a política americana para Havana "não mudará da noite para o dia".

"Temas como os dos prisioneiros políticos, liberdade de expressão e democracia são importantes, e não podem ser deixados de lado", explicou o presidente americano.

rmb/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.