A principal atração do novo Salão de Produtos Eletrônicos de (CES) de Las Vegas, que começa na próxima quinta-feira, será sem dúvida o primeiro telefone multifunção do Google, o Nexus One, que será, no entanto, apresentado dois dias antes da abertura da exposição.

Segundo o analista Rob Enderle, outra item que chamará muita atenção são os computadores de bolso baseados no programa Android, o sistema desenvolvido pelo Google para os celulares, que também estreará no CES.

A americana Dell e a taiuanesa HTC, que já fabrica vários telefones usando o Android, também são aguardadas nesse novo setor de telas de leitura e escrita conectadas à internet.

A indiana Notion deverá igualmente ser esperada com grandes expectativas devido a seu novo aparelho que promete livros eletrônicos dotados de telas em cores.

Já Apple, que uma vez mais estará ausente em Las Vegas, deverá aguardar até o fim do mês para talvez apresentar seu próprio computador de bolso, depois de avaliar a recepção dos aparelhos de seus competidores.

Este tipo de aparelho pode acabar com a fronteira entre os e-books, cujo mercado está em plena expansão, e os computadores.

Entre as outras tendências, é preciso mencionar o desenvolvimento da difusão em 3D, principalmente depois do sucesso do filme "Avatar", de James Cameron. Há rumores insistentes que prometem aparelhos em 3D da Samsung e LG.

Como todos os anos, será o gigante do software Microsoft, com seu diretor-geral, Steve Ballmer, que dará o pontapé inicial do encontro na noite de quarta-feira.

Depois do sucesso de seu novo sistema operacional Windows 7, o grupo anunciará avanços em seu "Natal", um sistema de reconhecimento visual e vocal que permite jogar sem as mãos em seu console XBox.

Apesar de o CES esperar menos empresas expositoras (2.500) devido à crise econômica global, haverá um recorde de 330 novas participantes que apresentarão mais de 20.000 novidades.

gc-chr/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.