Conter o espirro, lavar as mãos com frequência ou tentar não apertar as mãos ou trocar beijos a toda hora: a Organização Mundial da Saúde acrescentou novos itens aos códigos de conduta social para evitar uma pandemia de gripe A (H1N1).

Esses gestos cotidianos são básicos para as medidas de prevenção recomendadas pela OMS diante do novo vírus da gripe conhecida como suína e são considerados pelos especialistas da organização como medidas essenciais e muito eficazes para conter a propagação do vírus.

"Tomem as precauções normais que seriam aplicadas durante uma gripe sazonal ou um simples resfriado", explicou um porta-voz da agência da ONU, acrescentando que tais medidas se baseiam no chamado bom senso.

Em meio a essas recomendações, a diretora-geral da OMS, a dra. Margaret Chan, anunciou que ter desistido do costume suíço de trocar três beijos ao encontrar uma pessoa.

"É para mostrar que é preciso darmos atenção a questões de higiene pessoal", afirmou, depois de ter colocado o mundo em estado de alerta 5 ante um risco iminente de epidemia.

Como ela, o pessoal da agência foi convidado a evitar, ao menos por ora, trocar beijinhos ou apertar as mãos.

A medida foi ampliada a todo o pessoal das Nações Unidas em Genebra, onde milhares de pessoas de todas as nacionalidades se cruzam nos corredores, salões de reunião, escritórios e cafeterias.

A única exceção à restrição do aperto de mãos é durante as reuniões diplomáticas, onde as boas maneiras continuam sendo aplicadas dentro de uma condição de "boa higiene respiratória", comentou uma porta-voz da ONU

Lavar as mãos com frequência ao longo do dia diminui o risco de pegar o vírus e transmiti-lo a alguém, insiste a organização.

No que diz respeito às máscaras higiênicas, a OMS recomenda que sejam usadas pelos doentes e pelas pessoas que atendem esses pacientes.

"Não há necessidade de usar a máscara se não estiver doente", afirmou a porta-voz.

A organização recomenda que os doentes com sintomas da doença evitem viajar e recorram imediatamente a um médico.

"Se você estiver doente, se tiver algo parecido com a gripe suína, é mais prudente ficar em casa até que melhore", aconselhou o médico da OMS, Keiji Fukuda.

pac/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.