O efeito estufa é um fenômeno natural que faz com que a Terra seja habitável, já que, se nosso planeta não estivesse protegido por um envoltório de gases causadores deste efeito, sua temperatura média seria de 18 graus abaixo de zero.

Esses gases são comparáveis aos painéis de vidro de uma estufa, à medida que isolam a Terra e impedem que escape dela o calor produzido pelos raios infravermelhos.

O problema é que a atividade humana provocou um aumento da concentração na atmosfera desses gases desde a Revolução Industrial, o que intensifica o efeito estufa e, portanto, produz um aumento das temperaturas da Terra.

Desde o fim do século XIX e início da era industrial, as emissões de gases causadores de efeito estufa aumentaram 35% e a temperatura média, um grau.

Os principais gases com efeito estufa são o gás carbônico ou dióxido de carbono (CO2, 60% das emissões), o metano (CH4), o protóxido de nitrogênio (N20), os hidrofluorocarbonos (HFC), o perfluorocarbono (PFC) e o hexafluoreto de enxofre (SF6).

Segundo os cientistas, a concentração de CO2 na atmosfera alcançou níveis nunca vistos em 420.000 anos e esta situação vai perdurar por 200 anos.

afp/cn-mvv

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.