O primeiro incêndio do ano na Califórnia não dá trégua aos bombeiros

Centenas de bombeiros lutam nesta segunda-feira para combater um incêndio que reduziu a cinzas quase 200 hectares na zona residencial de Sierra Madre, noroeste de Los Angeles, na Califórnia; mil pessoas já foram evacuadas, informou o Corpo de Bombeiros.

AFP |

Até o momento não foram registradas vítimas.

De acordo com o departamento Florestal e de Proteção a Incêndios da Califórnia, o fogo que assola desde sábado as colina de Sierra Madre, a 25 quilômetros de Los Angeles, continua avançando nas montanhas sobre as cidades de Sierra Madre e Arcadia"; nesta segunda-feira o serviço florestal e o departamento de incêndios da cidade de Santa Anita afirmaram que, na realidade, apenas 23% do fogo foi controlado.

Aproximadamente 400 casas e mil pessoas foram obrigadas a deixar o local mas, ainda nesta segunda-feira, autoridades farão uma vistoria para determinar se as famílias podem voltar às suas casas.

Pelo menos 500 bombeiros estão lutando para combater as chamas com o auxílio de dezenas caminhões-pipa e dois helicópteros.

A razão do incêndio, que segundo as autoridades deve ser controlado dentro de quatro a sete dias, ainda é desconhecida. Em Sierra Madre a região é rodeada por parques, onde as pessoas fazem piqueniques e festas. Pelo menos 50 convidados de um casamento, celebrado no domingo, foram resgatados por helicópteros.

O fato coincide com uma forte onda de calor no sul da Califórnia, onde as temperaturas ultrapassam os 37 graus, mas a meteorologia prevê que os termômetros registrem uma queda de temperatura em torno dos 20 graus a partir de quarta-feira.

O sul da Califórnia é cenário freqüente de incêndios dramáticos por seu clima seco, poucos ventos e a construção de áreas urbanas em zonas de florestas. Em outubro do ano passado, incêndios deixaram oito mortos, 2.000 casas reduzidas a cinzas, 640.000 pessoas desabrigadas e prejuízos de mais de um bilhão de dólares.

pb/cl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG