O presidente cubano Raúl Castro chega a Moscou

O presidente cubano Raúl Castro chegou nesta quarta-feira a Moscou para uma visita oficial de uma semana e que tem uma importante carga simbólica depois do esfriamento das relações bilaterais que se seguiu à queda da União Soviética.

AFP |

Esta viagem é a primeira de um chefe de Estado cubano à Rússia em mais de 20 anos. O irmão de Raúl, Fidel Castro, visitou o país em 1987, coincidindo com os 70 anos da Revolução de Outubro.

Raúl Castro manterá nesta quinta reuniões informais com o presidente russo Dimitri Medvedev na residência presidencial de Zavidovo, periferia de Moscou, que o Kremlin reserva a seus convidaos mais importantes.

Na sexta, os líderes se reunirão dessa vez de forma oficial, quando assinarão uma série de acordos de cooperação.

Segundo fontes internas, o presidente cubano não tem planejado realizar uma viagem pelo país.

Os analistas não acreditam que esta visita, anunciada até 14 de fevereiro, implique uma aliança estratégica comparável com a de outrora, quando os soviéticos destinavam milhares de milhões de dólares para bancar o regime castrista.

bds/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG