perturbado por declarações de bispo que nega o Holocausto - Mundo - iG" /

O Papa perturbado por declarações de bispo que nega o Holocausto

As declarações do bispo ultraconservador Richard Williamson sobre o holocausto nazista, perturbaram o Papa e a Igreja católica, admitiu nesta quarta-feira o secretário de Estado do Vaticano, Tarcisio Bertone.

AFP |

Para o número dois da Santa Sé, as declarações do bispo tradicionalista, feitas poucos dias antes de o Papa Bento XVI suspender sua excomunhão, foram um episódio "dolorosissimo e inesperado", assegurou durante uma entrevista coletiva.

Williamson, que tinha sido excomungado há 20 anos por João Paulo II depois de ter sido consagrado ilegitimamente pelo bispo francês Marcel Lefebvre, assegurou publicamente na semana passada que "não existiram as câmaras de gás na Alemanha nazista" e que só morreram "200.000 a 300.000 judeus" e não os seis milhões que se calcula.

As declarações de Williamson foram feitas na quinta-feira da semana passada à televisão sueca, dois dias do Vaticano anular o decreto de excomunhão contra quatro bispos do movimento fundado por Lefebvre.

O cardeal Bertone admitiu que no processo de aproximação entre os "lefebvrianos" e a igreja oficial e as declarações de Williamson que negam o Holocausto, "representam uma trava, um fato anômalo, imprevisto e anômalo, que não podia deter o processo de suspensão da excomunhão".

kv/nh/sd/

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG