O mundo tem 3,3 bilhões de telefones celulares

No final de 2007, no mundo, havia 3,3 bilhões de celulares, ou seja, 49% do total de telefones, segundo uma pesquisa da União Internacional de Telecomunicações (UTI), publicada nesta sexta-feira.

AFP |

O aumento de número de celulares é impressionante. Em 2000 havia somente 800 milhões de aparelhos, segundo o órgão da ONU, que revela que os países em desenvolvimento possuem 69% dos celulares em funcionamento, desde o final do ano passado.

A África é o continente que registrou o maior crescimento, com uma progressão anual maior que 39% no período de 2005-2007, seguido da Ásia, com mais de 28%, onde os chineses e os índiabos adquiriram 154 milhões e 143 milhões de celulares nos últimos dois anos, respectivamente.

No mundo, a progressão anual foi de 22% nesse mesmo período, de acordo com o informe da UTI.

É "uma tendência muito positiva que sugere que os países em desenvolvimento estão recuperando o tempo perdido", acreditam os autores da pesquisa.

Os telefones celulares realizam neste momento 71% das comunicações telefônicas, um número que, no caso, somente na África representa 90%.

No entanto, a UTI lembra que a chamada "brecha digital" entre os países pobres e ricos continua enorme quando se trata de internet de banda larga.

Os países em desenvolvimento têm 66% dos assinantes de linhas fixas de banda larga, quando no mundo o índice de usuários de internet que utilizam esse serviço é de 16%.

Os países em desenvolvimento, que representam 38% da população mundial, têm somente 1% dos usuários mundiais equipados com internet de banda larga.

A UTI afirma em seu informe que os progressos registrados em alguns países em desenvolvimento, como o Chile, Senegal e a Turquia, são regiões onde quase todos os usuários contam com esse tipo de acesso à internet.

wtf/cl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG