As tropas americanas devem completar antes do fim de 2011 sua retirada total do Iraque, onde entraram em 2003, segundo o acordo aprovado neste domingo pelo governo iraquiano.

2003

----

20 de março: Operação "Iraqi Freedom": ataques aéreos americanos contra Bagdá e entrada de forças anglo-americanas pelo sul.

1º de maio: Bush declara o "fim dos combates", mas prossegue a "guerra contra o terrorismo".

19 de agosto: Atentado suicida contra a ONU em Bagdá: 22 mortos, entre eles o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello.

2 de outubro: O exértico americano reconhece não ter encontrado armas de destruição em massa.

16 de outubro: Resolução 1511 da ONU prevê uma força multinacional.

13 de dezembro: Saddam Hussein é capturado perto de Tikrit (norte).

2004

----

Março: O novo presidente do governo espanhol, o socialista José Luis Rodríguez Zapatero, retira cerca de 1.300 soldados espanhóis do Iraque. Seguem seu exemplo Nicarágua, Honduras e República Dominicana. El Salvador mantém seu contingente.

8 de abril: Empiezan secuestros de cientos de extranjeros. Más de 30 rehenes serán asesinados.

28 de abril: O mundo se choca com imagens de prisioneiros iraquianos humilhados por militares americanos na prisão de Abu Ghraib.

28 de junho: Transferência do poder ao Governo iraquiano.

2005

----

6-7 de abril: O curdo Jalal Talabani é eleito presidente.

15 de outubro: Uma nova Constituição é aprovada em referendo popular.

15 de dezembro: Vitória da Aliança Unificada Iraquiana (xiita) nas eleições legislativas.

2006

----

22 de abril: Talabani é reeleito.

5 de novembro: Saddam Hussein é condenado à morte.

30 de dezembro: Saddam Hussein é executado.

2007

----

10 de janeiro: Bush anuncia um reforço de tropas (30.000 militares no total).

14 de agosto: Quatro atentados com caminhões-bomba deixam mais de 400 mortos em duas cidades do norte.

2008

----

23 de março: Chega a 4.000 o número de militares americanos mortos desde o começo da invasão.

21 de agosto: A secretária de Estado americana Condoleezza Rice anuncia que um acordo com o Iraque sobre a presença das tropas americanas no país depois de 2008 está muito próximo.

22 de agosto: Um negociador iraquiano informa que o acordo prevê que as tropas americanas se retirem antes do fim de 2011.

9 de setembro: Bush anuncia uma reducción de pelo menos 8.000 dos 145.000 soldados americanos no Iraque, nos próximos meses.

6 de novembro: Os Estados Unidos enviam uma proposta com modificações do acordo para Bagdá.

16 de novembro: O governo iraquiano aceita a proposta, que ainda deve ser aprovada pelo Congresso.

doc/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.