O fundador da Apple, Steve Jobs, recebeu um transplante de fígado

O fundadod a Apple, Steve Jobs, cujo afastamento da vída pública há dois meses gerou os mais diferentes rumores, recebeu um transplante de fígado e vai retomar as rédeas de sua imprensa, afirma o jornal financeiro Wall Street Journal em sua edição deste sábado.

AFP |

Segundo o WSJ, Jobs, de 54 anos, recebeu há aproximadamente dois meses um transplante de fígado no estado do Tennessee (sul dos Estados Unidos), mas o jornal não especificou se este transplante estaria associado a um ressurgimento do câncer de pâncreas pelo qual foi tratado em 2004.

Jobs, considerado um visionário da informática e responsável por sucessos mundiais como iPods, iPhones e os computadores Mac - e também muito criticado por ser muito autoritário - anunciou em janeiro que entraria de licença até o final de junho. Na época, a Apple alegou um desequilíbrio hormonal, gerando todo tipo de especulação sobre a saúde de seu número um.

Rumores da morte de Jobs, inclusive, chegaram a circular na rede, sem que a Apple emitisse nenhum comentário.

Mas, segundo o Wall Street Journal, Jobs está se recuperando de sua intervenção cirúrgica e retomará o posto de diretor executivo no fim do mês, como previsto.

"Steve está impaciente por retomar o trabalho no final de junho e não há mais nada a dizer", declarou ao jornal a porta-voz da Apple, Katie Cotton.

O jornal acrescenta que ele poderá trabalhar meio expediente por um mês ou dois a conselh médico.

A informação do WSJ voltou a gerar comentários na internet.

O analista Douglas McIntyre, do site web 24/Wall Street, afirmou, no entanto, que "apesar do futuro médico de Jobs não estar claro, a Apple conseguiu desenvolver sem ele vários produtos durante sua licença, como a nova geração do iPhone".

aa/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG