O compositor americano Elliot Carter festeja 100 anos

Um dos maiores artistas vivos americanos, o compositor Elliot Carter, Jr. completa 100 anos nesta quinta-feira, num dia marcado por uma série de homenagens em Nova York, Londres e Paris, segundo o site www.carter100.com.

AFP |

O compositor nova-iorquino escreveu entre 1950 e 1995 cinco quartetos de corda, forma clássica por excelência que reinterpretou de maneira radical, com a complexidade rítmica que se tornou sua marca. O quarteto de cordas número 2 valeu a ele dois prêmios Pulitzer em 1960.

Seu concerto para clavicórdio, piano e orquestras de câmara de 1961 e o concerto para piano de 1967 foram considerados "obras-primas" pelo compositor russo Igor Stravinsky.

Elliot Carter, também contemplado com o prêmio alemão Ernst von Siemens, recebeu a ordem de Comendador das Artes e das Letras da França.

Nasceu em Nova Iorque em 11 de dezembro de 1908. Foi aluno de Nadia Boulanger em Paris, em 1930, antes de retornar aos Estados Unidos, onde dirigiu o Ballet Caravan. Após uma fase neoclássica, passou a escrever música atonal, ritmicamente complexa. As suas composições têm sido interpretadas em todo o mundo, incluindo as formas orquestral e música de câmara, bem como obras a solo instrumental e vocal.

Carter formou-se em Harvard, tendo como professores Walter Piston e Gustav Holst. Fez mestrado em música em 1932.

sms/cel/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG