enquanto for necessário - Mundo - iG" /

N.Zelândia manterá militares no Timor-Leste enquanto for necessário

Sydney (Austrália), 20 nov (EFE).- O novo Governo da Nova Zelândia manterá o contingente militar do país no Timor-Leste enquanto for necessário, indicou hoje o ministro da Defesa, Wayne Mapp.

EFE |

"Faremos o que for preciso. Arrastamos esta situação há anos e percebemos que as coisas se deterioraram", disse Mapp.

A Nova Zelândia tem 180 soldados e 25 agentes da Polícia desdobrados no Timor-Leste como parte da Força Internacional de Estabilização que fornece apoio de segurança ao Governo local e à Missão Integrada das Nações Unidas no país (Unmit, na sigla em inglês).

Em agosto de 2006, após as revoltas que deixaram 30 mortos e milhares de deslocados, o Conselho de Segurança da ONU criou a Unmit com o objetivo de ajudar os timorenses a restabelecer a ordem.

A antiga colônia portuguesa alcançou a independência em maio de 2002, após três anos de administração da ONU, e após 24 anos de ocupação indonésia (1975-1999). EFE mg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG