Tribos indígenas da Califórnia expulsam milhares de integrantes

Rivalidades entre clãs, disputas políticas e dinheiro obtido com cassinos motivam redução de grupos de índios

The New York Times |

O significado da carta de seis páginas que Nancy Dondero e cerca de 50 de seus parentes receberam no mês passado era de uma simplicidade brutal: "A decisão por maioria do Conselho Tribal determina que você está expulso".

Com isso, a adesão oficial de Nancy ao Rancheria Picayune dos índios Chukchansi, a identidade cultural que ela levou consigo durante toda a sua vida, sumariamente chegou ao fim. "É isso", disse Nancy, 58. "Estamos sem tribo".

NYT
Nikah Dondero desistiu de uma pós-graduação após ser expulsa de sua tripo em Mariposa, Califórnia

Durante séculos, as tribos dos índios americanos baniram pessoas como punição por infrações graves. Mas apenas nos últimos anos, segundo especialistas, eles começaram rotineiramente a expulsar outros índios considerados membros não autênticos de um grupo.

A Califórnia, onde dezenas de tribos pequenas foram dizimadas, dispersas e, em seguida, recriadas, muitas vezes com índios etnicamente mistos, é o reduto nacional desta tendência.

Rivalidades entre clãs e disputas políticas muitas vezes são gatilhos para a expulsão, mas críticos dizem que um fator principal tem impulsionado a tendência: os cassinos de apostas.

O Estado tem mais de 60 cassinos indígenas, que tiveram um lucro de quase US $ 7 bilhões no ano passado, mais do que qualquer outro Estado, de acordo com a Comissão de Jogos dos Índios.

Para os índios que perdem sua participação em uma tribo, o impacto financeiro pode ser enorme. Algumas pequenas tribos com cassinos distribuem cheques mensais de US $ 15 mil a seus membros, como participação nos lucros do jogo. Muitas fornecem subsídios de alojamento e bolsas de estudo universitário. As crianças que são expulsas podem perder o acesso às escolas tribais.

O dinheiro e o imenso poder que ele tem conferido a tribos que viveram na pobreza durante décadas levou muitos governos tribais a consolidar o controle sobre suas empresas, aparando o tamanho de suas tribos, segundo críticos e analistas independentes.

"Às vezes são vinganças políticas ou rixas familiares que saíram de controle", disse David Wilkins, um índio Lumbee e professor do Instituto Americano de Estudos Índios da Universidade de Minnesota, que estudou as expulsões em todo o país. "Mas, na Califórnia, parece mais frequentemente ter alguma relação com as receitas do jogo."

Governos tribais negam que a ganância ou a sede de poder estejam motivando as expulsões, dizendo que elas acontecem simplesmente para fazer cumprir as regras de associação estabelecidas nas suas constituições.

"Há pessoas que querem ser membros de uma tribo, mas ninguém sabe quem elas são ou de onde vieram", disse Reggie Lewis, presidente do Conselho Tribal Chukchansi. "Nós juramos defender a Constituição. E basicamente é isso que tentamos fazer."

Por James Dao

    Leia tudo sobre: califórniaeuaíndios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG