Tráfego de helicópteros congestiona céu de Los Angeles

Aeronaves usadas por imprensa, paparazzi, empresas turísticas, corporações e cidadãos competem por espaço

The New York Times |

Helicópteros sobrevoavam o Vale Sepulveda em baixa altitude no fim de semana de 16 de julho para monitorar o fechamento da rodovia 405. Na semana anterior, helicópteros de paparazzi pairavam sobre o Parque Hancock acompanhando o príncipe William e sua esposa, a Duquesa de Cambridge.

Todos os dias um enxame constante de helicópteros cruza a Califórnia de norte a sul em números que as autoridades dizem ser maiores do que nunca.

NYT
Esteban Jimenes, piloto de helicóptero que faz tours para turistas, voa sobre o centro de Los Angeles (19/07)

A única coisa mais barulhenta que a força aérea – que durante o fechamento da rodovia, por exemplo, parecia uma cena de Apocalypse Now – são os gritos de socorro dos bairros que sofrem com o ruído.

"Lá em cima é como o velho oeste: ninguém está no controle", disse Richard Close, presidente da Associação de Proprietários de Imóveis de Sherman Oaks.

Mas uma coisa ficou clara: não há muito o que alguém possa fazer sobre o assunto.

"Veja como eles circulam", disse Esteban Jimenez, piloto da Tours Hollywood, conforme seus quatro helicópteros Robinson R44 circulavam a apenas 35 metros das casas. "Isso está irritando todo mundo. Estamos a uma distância segura o suficiente, mas mesmo assim as pessoas realmente chateadas. Recebo telefonemas o tempo todo”.

As autoridades da cidade disseram ter recebido inúmeras novas queixas nas últimas semanas.

"Parece ser um problema enorme para as pessoas", disse Wendy Greuel, controlador de voo da cidade. "A maioria das pessoas não se opõem a voos ocasionais, mas quando se torna algo regular – eles estão ficando perto demais do chão e das casas e estão lá desde às 6h – então se torna um problema.”

Mas Ian Gregor, porta-voz da FAA, disse que não existem restrições sobre onde ou quando os helicópteros podem voar.

NYT
Moradores de Hollywood deixam mensagem aos passageiros dos helicópteros: "Turistas, vão embora" (19/07)

“Nós não lidamos com as reclamações, sejam elas por barulho ou não, e nós não regulamos o ruído das aeronaves”, disse Gregor. “A operação de uma aeronave pode ser perfeitamente segura e irritante ao mesmo tempo.”

Na noite da última terça-feira, um helicóptero sobrevoava ruidosamente o Hollywood Bowl quando Gustavo Dudamel conduzia a Orquestra Filarmônica de Los Angeles por um adagio de Mozart. No dia anterior, Jimenez tinha apontado a casa de concertos como um dos principais autores de reclamações sobre os helicópteros.

"Essas pessoas sempre reclamam", disse ele. "Elas sempre ligam para as torres pedindo que nos tirem daqui. É triste, mas elas não podem fazer nada. Tudo o que podem fazer é reclamar”.

Por Adam Nagourney

    Leia tudo sobre: helicópterolos angelescalifórniaeuahollywood

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG