Prédio de 27 andares para 5 pessoas sobe sobre miséria da Índia

Família de super-ricos viverá em edifício com garagens em seis níveis, três heliportos, piscinas e cinema de 50 lugares

The New York Times |

A mais luxuosa e exclusiva torre residencial para super-ricos de Mumbai, na Índia, é um prédio de aço e vidro de 27 andares.

A garagem ocupa seis níveis. Há três heliportos na cobertura. Há terraços acima de terraços, piscinas e jardins suspensos no ar em uma mistura de Blade Runner e Babilônia em um edifício com vista para a cidade mais dinâmica da Índia.

Há nove elevadores, um spa, um cinema de 50 lugares e um grande salão de festas. Centenas de funcionários e agentes devem trabalhar no seu interior. E agora, finalmente, após vários anos de planejamento e construção, os moradores estão prestes a se mudar. Todos os cinco.

The New York Times
Torre Antilia, de 27 andares (centro), é vista em Mumbai, Índia
O prédio, conhecido como Antilia, é o novo lar da pessoa mais rica da Índia, Mukesh Ambani, cuja fortuna de US$ 27 milhões o coloca entre os mais ricos do mundo.

E mesmo na capital financeira desse país, onde os moradores testemunham diariamente os extremos gritantes entre riqueza e pobreza, a construção do prédio de Ambani é tão espetacular que as fronteiras já elásticas de excesso e disparidade da cidade estão sendo levadas a novas dimensões.

"Uma família vai viver ali?", questiona Prahlad Kakkar, um cineasta publicitário e proeminente morador da cidade. "Ou é um marco, um símbolo, um Mammon."

Ambani, sua esposa, Nita, e seus três filhos deverão se mudar para o edifício após uma festa de inauguração para 200 convidados, marcada para 28 de novembro. De sua parte, Ambani não quis comentar sobre o projeto e exigiu que os seus designers, decoradores e outros contratados assinassem acordos de confidencialidade.

Alguns relatórios estimam que o espaço residencial total chega a 38 mil metros quadrados, mas pessoas próximas ao projeto dizem que o número real é bem mais humilde, em algo em torno de 5,6 mil metros quadrados.

Durante décadas, a família Ambani é a mais famosa novela corporativa do país. O pai, Dhirubhai Ambani, foi um magnata que saiu do zero e estabeleceu a Reliance Industries depois de deixar os cortiços da cidade. Hoje, a Reliance é a maior produtora mundial de fibras e fios de poliéster e é responsável por quase 15% das exportações da Índia, segundo o relatório anual da empresa.

Os dois filhos, Mukesh e Anil, herdaram e dividiram o império e passaram anos brigando. O novo prédio fica na Rua Altamount, região residencial arborizada no sul de Mumbai, onde o pai comprou sua primeira casa após a mudança da família dos cortiços. Mais tarde, ele comprou um prédio de 14 andares chamado Sea Wind, onde Mukesh e Anil viveram com suas famílias em andares diferentes, mesmo durante sua briga.

Agora Mukesh está se mudando para um prédio que faz com que o Sea Wind pareça uma casa de hóspedes. "Esse é um condomínio fechado no céu", disse Gyan Prakash, autor do livro "Fábulas de Mumbai". "De certa forma reflete como os ricos estão dando as costas para a cidade."

* Por Jim Yardley

    Leia tudo sobre: ÍndiaMumbai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG