Perspectiva de cargo para Hillary coloca Bill Clinton sob holofotes

WASHINGTON - Os assessores do presidente eleito Barack Obama começaram a rever as finanças e atividades do ex-presidente Bill Clinton para ver se levarão adiante a indicação de sua mulher, Hillary Rodham Clinton, a secretária de Estado, afirmaram os democratas próximos da questão no domingo.

The New York Times |

Acordo Ortográfico

Obama se encontrou com ela secretamente em Chicago na quinta-feira para falar sobre a perspectiva e rapidamente a informação vazou.
Muitos democratas de ambos os lados disseram no domingo que parece muito provável que Obama peça que ela assuma o cargo, caso consigam resolver o papel de Bill Clinton na situação.

Uma equipe de advogados tentando facilitar a possível indicação passou o final de semana analisando a organização filantrópica do ex-presidente, seus negócios com governos estrangeiros e elos com companhias farmacêuticas, afirmou um assessor. Os dois lados debatem o que o ex-presidente precisaria fazer para evitar um conflito de interesses com as obrigações de sua mulher, que está bastante interessada no cargo.

A P
Clinton: "investigado" pela equipe de Obama
A lista de candidatos de Obama, segundo os democratas, também inclui o governador Bill Richardson do Novo México e pelo menos um outro candidato, talvez o senador John Kerry, de Massachussets.

Desde que deixou a Casa Branca, Bill Clinton acumulou uma fortuna pessoal através de palestras, livros e acordos de negócios, enquanto também construía uma organização filantrópica chamada Clinton Global Initiative, que arrecadou mais de US$500 milhões desde que foi criada em1998.

De acordo com a lei, Clinton não precisa indicar os doadores e já se recusou a fazer isso.

Entre os doadores publicamente conhecidos estão a família real saudita, o rei do Marrocos, uma fundação ligada aos Emirados Árabes Unidos, os governos do Kuwait e Qatar, além de um milionário ucraniano que foi cunhado do ex-presidente soviético removido do poder.

Por PETER BAKER e HELENE COOPER

Leia também:

Leia mais sobre Obama  - Bill Clinton

    Leia tudo sobre: bill clintonobama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG