Para se casar, noivos nos Estados Unidos decidem fugir

Estresse e altos custos fazem americanos desistir de festa tradicional de casamento para escolher cerimônia reservada e autêntica

The New York Times |

Faltavam minutos para o casamento e o planejador não havia deixado nada a desejar. O salão onde aconceteria a festa, uma casa com chão de madeira em Santa Barbara, na Califórnia, havia sido decorado com peônias. O menu do jantar, que havia sido caligrafado, oferecia tortellini de cogumelos selvagens e peixe ao licor . Do lado de fora, fotógrafo e cinegrafista estavam posicionados perto de um dossel cerimonial envolto em veludo, com um altar coberto com penas.

NYT
Carey e Brian Provost optaram por festa restrita em Santa Barbara, na Califórnia

A única coisa que estava faltando eram os convidados. Mas isso era exatamente o que Carey e Brian Provost haviam planejado.

"Eu queria usar o vestido, fazer os votos, ter as flores e tirar as fotos", disse Carey Provost, 36 anos, que decidiu tornar seu casamento uma experiência única. "Mas quando você tem convidados presentes, sente que tudo isso acaba sendo mais para eles do que para a noiva e o noivo. Nós queríamos que esse fosse nosso momento."

Uma fuga extravagante assim pode chocar alguns como algo contraditório, já que antigamente o objetivo de se casar “escondido” era exatamente o de poder escapar da indústria dos bufês de casamento e manter as coisas simples e baratas.

Tendência

Mas esses tipos de casamentos já não são para as ovelhas negras da família, que se casam em uma capela em Las Vegas porque seus pais não aprovariam a sua decisão. Com o custo de um casamento para 200 convidados cada vez mais caro, em uma época em que as pessoas já não sentem a necessidade de ser as estrelas do seu grande dia, os casais estão agora considerando cada vez mais uma mesa para dois como uma alternativa a 12 meses de planejamento e caos.

Ainda assim, eles querem que o seu dia seja especial. Isso é particularmente verdade em uma época em que blogs de casamento e fotos no Facebook fizeram com que as núpcias se tornassem um espetáculo público. Por que gastar tanto dinheiro com uma cerimônia e um jantar para os outros quando o que realmente importa para eles são as fotos do evento e poder publicá-las nas redes sociais?

Mundo Árabe: Casamento infantil dificulta situação das mulheres no Iêmen

Evitar o estresse é frequentemente o principal motivo para esta decisão. Um ano atrás, Celia Tombalakian, diretora global de marketing de uma empresa de dispositivos médicos localizada em Nova York, estava ocupada planejando uma cerimônia tradicional no University Club, com seu noivo, David Shafer, um cirurgião plástico de 37 anos de idade.

"Os detalhes acabaram tomando uma proporção absurda", explicou Tombalakian, 40 anos. "Finalmente, pensamos: Por que estamos fazendo tudo isso? Fomos sugados para dentro deste mundo que não é nosso. Vamos fazer as coisas do nosso jeito."

Eles decidiram fugir para Las Vegas, mas com estilo.

"Eu não queria que fosse um casamento rápido, algo muito automático e caricato", disse Tombalakian. "Queria poder unir o melhor dos dois mundos".

Para isso, ela optou por organizar um casamento rápido com todos os valores e métodos de produção de um casamento de conto de fadas. O casal contratou a planejadora de casamentos Andrea Eppolito, que reservou para eles uma suíte de luxo no hotel Cosmopolitan, com uma varanda com vista para as fontes do Casino Bellagio.

Andrea encontrou o local, um jardim particular, localizado em um lago perto dali, contratou a Your Beauty Call - uma empresa que fornece penteados e maquiagens para celebridades como Kim Kardashian e Paris Hilton - para fazer o cabelo de Tombalakian. Ela reservou uma mesa com vista para a cidade no restaurante Torre Eiffel, que serviu um bolo de três camadas em miniatura para os dois.

NYT
Para casar, Shalini e Chad resolveram fugir para um rancho no Colorado
"Nós nos sentimos como convidados no nosso próprio casamento", disse Tombalakian. "Estávamos dirigindo por aí, naquela manhã, pensando: Não é incrível como nada pode dar errado?".

Custos

Embora um espetáculo como esse não seja barato, uma cerimônia para dois, invariavelmente economiza mais dinheiro do que uma cerimônia para 200 (basta considerarmos os custos de um bufê). E na atual situação econômica do país qualquer gasto a menos vale a pena, afirmou Jen Campbell, que administra o blog Green Wedding Shoes, um blog que tem se especializado nesse tipo de casamentos.

"Para um casal recém-saído da faculdade, pagar por um grande casamento provavelmente não é uma opção caso não recebam uma considerável ajuda de seus pais", disse.

Manchester : Rainha da Inglaterra aparece de surpresa em casamento civil

Ainda assim, essas "cerimônias particulares", como os profissionais às vezes chamam esses casamentos, podem chegar a custar de US$ 10 mil a US$ 100 mil. (A média de um casamento comum chega a ser US$ 26 mil, de acordo com um estudo feito recentemente pela revista Brides).

Quinn Ly, 28 anos, gerente de um escritório de advocacia em San Diego, e Andy Van Le, advogado, optaram por uma cerimônia pequena, porém espetacular. No mês passado, eles viajaram para o Vietnã com seu planejador de casamentos Vorce, a designer de flores Mindy Rice e o fotógrafo Aaron Delesie para encenar uma cerimônia elaborada em meio às ruínas do templo de My Son do século 14. (O planejador e a florista foram as testemunhas.)

A cerimônia foi tão elaborada que Ly nem sequer refere-se a seu casamento como uma fuga e sim como um “casamento para dois.”

*Por Alex Williams

    Leia tudo sobre: casamentoeuafugaconvidadosnoivonoivacalifórniafuga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG