Obama, um ex-fumante, admite alguns deslizes na dificuldade em acabar com o hábito

O presidente eleito Barack Obama falou durante o fim de semana que ele ainda não acabou totalmente com seu hábito de fumar que durou duas décadas. Obama disse que parou de fumar no começo de sua campanha para a presidência, no começo de 2007. Mas depois admitiu ter dado algumas tragadas dos cigarros de outras pessoas, e na semana passada, disse à Barbara Walters ¿saiu dos trilhos¿.

The New York Times |

Acordo Ortográfico

Em uma entrevista neste domingo, 7, no Meet the Press da emissora NBC, Obama foi pressionado a dizer se ele realmente havia parado.


O que eu diria, é que ¿ eu tenho feito ótimo trabalho, sob as circunstâncias, de me tornar muito mais saudável, respondeu Obama, apontando que ele ao menos parou de fumar enquanto estava concorrendo, o que é a maior pressão do mundo.

Ao ser questionado se ele quebrará o banimento de fumar na Avenida Pennsylvania 1600, Obama disse que Eu acho que não verá nenhuma dessas violações de regras na Casa Branca. ( Como um bom político, ele tentou escapar do assunto, não deixando claro se realmente irá parar de fumar, apontando meramente que não irá fumar na Mansão Executiva).

Seu médico, Dr. David L. Scheiner, escreveu em maio que Obama havia usado Nicorette (chiclete de nicotina) para tentar parar de fumar e te sucesso, mas sem definir o sucesso.

Por KATHARINE Q. SEELYE

Leia mais sobre Obama

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG