Obama mantém bom índice de aprovação, diz pesquisa

O presidente Barack Obama se beneficia do otimismo e confiança entre os americanos em relação a sua liderança, o que lhe oferece um manto político ao confrontar os desafios econômicos do país e a oposição de quase todos os republicanos no Congresso, de acordo com uma pesquisa New York Times/CBS News.

The New York Times |

A maioria das pessoas pesquisadas de ambos os partidos disseram que Obama está tentando trabalhar de forma bipartidária, mas a maioria dos americanos culpou os republicanos por sua resposta ao presidente, dizendo que o partido se opôs ao plano de estímulo econômico de US$787 bilhões por motivos políticos.

Em um mês de mandato Obama, mais de três quartos das pessoas disseram que estão muito otimistas em relação aos próximos quatro anos. Percentagens similares afirmaram acreditar que ele está realmente levando mudança à foram que as coisas são feitas em Washington e que eles têm confiança na sua capacidade de tomar a decisões certas a respeito da economia.

A aura de boa vontade que cerca Obama neste ponto de sua presidência se parece com aquela da qual Ronald Reagan se beneficiou ao liderar o país por um momento de crise econômica. O índice de aprovação de Obama ( 63%) é cerca de 10% maior do que o de George W. Bush ou Bill Clinton neste ponto de suas presidências.

O índice de aprovação ao trabalho de Obama inclui 88% de democratas e 44% de republicanos. A maioria dos pesquisados disse que até agora, os planos de resgate do país para instituições financeiras beneficiaria banqueiros, não todos os americanos. Uma maioria ainda maior disse que as companhias automobilísticas em dificuldades não deveriam receber mais ajuda dos contribuintes para sobreviver.

"O governo não se mobiliza para ajudar outros setores, então por que deveria ajudar os bancos e automobilísticas?", questionou Margie Rowe, 62, democrata de Ahoskie, Carolina do Norte, depois de participar da pesquisa. "Não é justo, nosso dinheiro está indo para o resgate destas pessoas corruptas que estão lucrando milhões".

A pesquisa nacional conduzida pelo telefone foi realizada entre quarta-feira e domingo, com 1,112 adultos, e tem uma margem de erro de três pontos percentuais para mais ou menos.


Por JEFF ZELENY e MEGAN THEE-BRENAN

Leia mais sobre Obama

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG